Netcat é uma espécie de “telnet” para o linux, mas conhecido como o canivete suíço pela sua versatilidade, é usado para criar proxys, até testes de intrusão… Geralmente vem no pacote do linux pelo comando nc, mas se acaso esteja em um Linux subsystem for Windows, é necessário instalar usando o comando: sudo apt-get install netcat -y (para sistemas em ubuntu, debian) ou yum install netcat -y (CentOS) ou dnf install netcat -y (Fedora e RedHat).

Sem rodeios, vamos para o code:

  1. No seu terminal do “servidor” faça:
$ nc -l -p 1025

O comando -l é para habilitar o listen (modo escuta) e o -p é a porta que será escutada. Lembrando que deve-se usar portas acima de 1024, pois estas são usadas somente pelo root.

  1. No outro terminal “cliente”, execute:
$ nc <IP do Servidor> <PORTA>

É possível usar o telnet.exe do windows para conectar no “servidor”, basta usar a mesma sintaxe telnet.exe <IP do Servidor> <PORTA>, mas não recomendo muito para chats pois não funciona muito bem. Esta dica é super válida quando está em um servidor em um Hyper-V e precisa-se passar valores de texto da sua estação de trabalho para a máquina virtual.

Pronto! Agora é só bater um papo com sua mina (ou mano) que curte as tecnologias. Ou trocar mensagens entre máquinas onde o copy e paste é impraticável.

Este é o primeiro post no blog, espero terem gostado!